Equipas produtivas = Equipas reconhecidas (Parte II)


Com que frequência deve elogiar os colaboradores?

De acordo com a Gallup, todos o líderes deveriam elogiar alguém pelo menos uma vez por semana. A sua pesquisa demonstra que: “a variação de resposta à pergunta – nos últimos sete dias fui reconhecido ou elogiado pelo meu trabalho? – é responsável por uma diferença de 10% a 20% nos resultados e produtividade individuais. Empregados que reportam não serem adequadamente reconhecidos no trabalho têm três vezes mais possibilidade de dizer que querem sair da empresa no ano seguinte.”

Esta frequenca pode parecer muito elevada, no entanto é importante percebermos a rapidez com que o efeito da dopamina desaparece. As pessoas estão continuamente a ansiar essa dopamina – é biológico (ciclo do hábito). Como humanos não podemos controlar. Precisamos de dopamina, se não for de uma maneira, é de outra. Se não a conseguirmos através dos nossos chefes, vamos buscá-la a outro lado, nem que seja a uma garrafa de licor. Esta é uma grande vantagem para si, enquanto gestor, porque quando os colaboradores receberem essa descarga de dopamina devido a um trabalho bem feito, vão querer continuar a fazê-lo para receberem nova descarga de dopamina. Desta forma, a probabilidade de alavancarem as suas performances  é muito maior

Aspetos críticos a ter em conta no reconhecimento dos colaboradores.

Implementar uma filosofia de reconhecimento de raiz pode ser difícil. Por essa razão apresento-lhe uma lista de coisas que deve ter em mente assim que decidir avançar.

Tem mesmo que ter em mente que as suas pessoas estão contínua e desesperadamente em busca de aprovação. Para os manter felizes deve demonstrar-lhe que que percebe que eles estão a trabalhar no duro.

  1. Reconheça frequentemente

Ter um reconhecimento tipo ‘o empregado do mês’ ou elogiar alguém na reunião trimestral da empresa não é suficiente. É fundamental que o reconhecimento aconteça em tempo real. Assim que vir alguém fazer um pouco mais ou melhor, do que costuma fazer, demonstre que percebeu isso.

  1. Seja especifico.

Não basta dizer simplesmente ‘obrigado’. Tem que ser absolutamente específico sobre a razão pela qual está a agradecer. Os colaboradores não estão interessados em agradecimentos, mas sim em saber que você reparou que fizeram algo bom. É importante ser específico e dizer algo como ‘obrigado por ajudar o Manuel no projeto, eu sei que foi importante para ele. Apreciei muito o seu gesto.

  1. Alinhe o reconhecimento com os valores da organização

Viver os valores fundamentais é extremamente importante para o sucesso da empresa, pois é a forma de se assegurar que todos estão na mesma direção.

Quanto mais ligar o reconhecimento aos valores da sua empresa, melhor. Estará a matar dois coelhos com uma só cajadada, pois quando reconhece os funcionários está a reforçar os valores.

  1. Encoraje a participação

Incentive todas as pessoas a estarem atentas e a reconhecerem-se mutuamente, no entanto, não comunique esta filosofia como se fosse uma obrigatoriedade, pois poderá facilmente jogar contra si. Você deverá ser o primeiro a fazê-lo e para agradecer quem o segue, reconheça todos os que que estão afincadamente atentos aos colegas e a reconhcê-los.

  1. Recolha feedback dos colaboradores.

Distribua inquéritos de satisfação e de clima organizacional regularmente para perceber até que ponto o incentivo ao reconhecimento está a surtir o efeito desejado.  

  1. Comunique muito

Muitos projetos e intenções esfumam-se por falta de comunicação. Toda a comunicação da sua organização  deve refletir a filosofia do reconhecimento. Portanto todas as peças de comunicação devem reconhecer aspectos positivos e bons trabalhos.